Alcoolismo: O que esperar quando parar repentinamente?

Para cada pessoa com um vício, a retirada súbita pode ter efeitos devastadores. Como o álcool é uma droga, ele pode causar as mesmas sensações de abstinência que vão desde sintomas simplesmente desconfortáveis ​​até sintomas muito perigosos que podem colocar a vida da pessoa em risco. Por quê?

O consumo de álcool afeta o cérebro, mesmo quando é ocasional, diz ela sabe. Mas em pessoas que sofrem de alcoolismo e que bebem regularmente, esse efeito pode se tornar permanente. O sistema nervoso central ajusta-se a um nível elevado de álcool e, no caso de uma parada súbita, desenvolve-se uma deficiência. Os sintomas podem aparecer até seis horas após a última bebida alcoólica e podem causar ansiedade, náusea, vômito, insônia, sudorese intensa e tremores nas mãos.

Obter ajuda

À medida que as horas passam, esses sintomas aumentam de intensidade. Entre 12 e 24 horas após a parada, alucinações podem aparecer. A pessoa também pode experimentar aumento da pressão arterial, aumento da freqüência cardíaca, febre, confusão e desconforto. Nos casos mais graves, ocorrem casos de delirium (tremores, alucinações e confusão).

Mesmo que cada consumidor alcoolista não sofra de dependência, saber as conseqüências de uma parada súbita pode ajudar melhor medir o impacto de suas ações. Dependendo do grau de alcoolismo, a ajuda médica e o aconselhamento psicológico podem reduzir os sintomas, prevenir os efeitos mais graves e manter uma boa saúde mental e emocional durante todo o processo.

Ver também Qual é a melhor técnica para parar o álcool?